domingo, 5 de fevereiro de 2017

CampHist: Pôster Criciúma Campeão Copa do Brasil 1991

Disputada entre os meses de fevereiro a junho de 1991, a terceira edição da Copa do Brasil contou com o primeiro campeão que surpreendeu positivamente a todos. O Criciúma colocou o futebol catarinense na galeria de troféus da taça nacional e de quebra disputou sua primeira Libertadores em 1992.
Porém, o caminho não foi fácil. Na primeira fase, os catarinenses enfrentaram a equipe do Ubiratan-MS. Empatando fora, e goleando em casa, no Heriberto Hulse por 4 a 1, o Criciúma passou para a fase seguinte.
Nas oitavas, o adversário da vez era o grande Atlético-MG. Aguerrido, o Criciúma venceu em casa por 1 a 0. Quem achou que o time catarinense tinha parado por aí, no Mineirão, venceu os atleticanos pelo mesmo placar da ida e garantiu a vaga para as quartas de final.


Abrindo a nova fase, o Criciúma foi a Goiânia enfrentar o Goiás, empatando sem gols. Já no Heriberto Hulse, o time sulistas passou por cima dos goianos como um rolo compressor, vencendo por 3 a 0. Na semifinal, venceu o Remo por 1 a 0 fora de casa e venceu por 2 a 0 em solo catarinense, garantindo vaga na grande final.
Final esta em que teve o Grêmio, - primeiro campeão da Copa do Brasil em 1989 - fazendo o primeiro jogo no Estádio Olímpico com mais de 30 mil pessoas. Porém, o Criciúma não se intimidou, e abriu o placar com Vilmar, aos 15 minutos do primeiro tempo. O Grêmio conseguiu empatar somente aos 38 minutos do segundo tempo com gol de Maurício.
No dia 02 de junho, um domingo, o Estádio Heriberto Hulse, com mais de 19 mil espectadores estava pronto para receber o grande campeão de 1991. Porém, a rede não balançou, e como o time catarinense havia feito gol fora de casa, levou a taça com o empate em 0 a 0. Grande festa em Criciúma para os guerreiros! Parabéns Criciúma Campeão da Copa do Brasil 1991. Veja o pôster com os campeões!

Curta, siga e compartilhe nossa página no Facebook. Acesse: www.facebook.com/postercampeao
Siga também nosso perfil no Twitter: @postercampeao

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

CampHist: Pôster Flamengo Campeão Copa do Brasil 1990

Disputada de junho a novembro de 1990, a segunda edição da Copa do Brasil reuniu 32 clubes de todas as regiões do país. E ao final da competição, os torcedores rubro-negros soltaram o grito da garganta. Na primeira fase, o Flamengo carioca goleou o Capelense-AL por 5 a 1 no estádio da Gávea. No estado alagoano, mais uma vez os cariocas golearam por quatro gols de saldo, desta vez sem tomar nenhum tento, e assim classificaram-se às oitavas de final.
O adversário da vez foi o Taguatinga do Distrito Federal. No primeiro jogo disputado na Gávea, os flamenguistas venceram por 2 a 0, levando uma boa vantagem para a partida de volta. No estádio Cerejão, bastou o empate em um gol para a classificação do clube carioca à próxima fase.
O Bahia em seu estádio, a Fonte Nova, foi o grande adversário das quartas de final, onde nenhum dos times conseguiram a vitória. Empate em 1 a 1. No segundo jogo, em casa, o Flamengo venceu pelo placar mínimo e tornara-se um dos semifinalistas do certame nacional.


No estádio Mário Helênio, em Juiz de Fora-MG, a casa do rubro-negro a partir das quartas de final, aconteceu o embate entre os semifinalistas Flamengo e Náutico. Objetivo, o time carioca goleou por 3 a 0 os pernambucanos e colocava um pé na grande final, que viria a ser confirmada em Recife, no empate em 2 a 2 entre os times.
Apesar de apenas pouco mais de 2400 pessoas presentes no estádio Mário Helênio, a final da Copa do Brasil entre Flamengo (de Júnior, Renato Gaúcho, Djalminha, Gaúcho, Zinho entre tantos craques) e Goiás (de um jovem Túlio, aquele mesmo que foi estrela no Botafogo-RJ) foi bem jogado e truncado. O gol único da partida foi marcado por Fernando, aos 16 minutos do segundo tempo. Flamengo 1 a 0.
Num estádio Serra Dourada com um belo público de mais de 45500 pessoas, os dois time se enfrentaram para ver quem ficaria com a taça. Apesar de uma partida jogada com muita objetividade entre ambas as equipes, a rede não balançou. Flamengo campeão, e com o título garantira vagas à Libertadores e a Supercopa do Brasil de 1991. Parabéns Flamengo Campeão da Copa do Brasil 1990. Veja o pôster com os campeões!

Curta, siga e compartilhe nossa página no Facebook. Acesse: www.facebook.com/postercampeao
Siga também nosso perfil no Twitter: @postercampeao

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Entrevista com Christian Gama, criador de itens de papel sobre o futebol

Christian Gama, 44 anos, morador da cidade fluminense de Belford Roxo é um artista plástico muito talentoso. Até aqui não teria o porquê de nós batermos um papo com ele. Porém, a arte dele é sobre uma inspiração que tem desde que é criança: o futebol. E, ultimamente, com seu trabalho, deu um jeito de ser solidário à maior tristeza do futebol mundial. Acompanhe o bate-papo com Christian.

Pôster Campeão: Christian, com quantos anos começou a trabalhar com a arte paper e quem foram seus maiores incentivadores?
Christian Gama: Desde muito pequeno fui pegando gosto pela arte em papel. Meus grandes incentivadores foram meus avô e pai. Meu avô, o Seu Gama, me ensinou a amar o futebol e a desenhar, já que ele era desenhista. Meu pai me apresentou a arte em papel.

PC: Qual foi a primeira obra que fez em papel?
CG: Foi a camisa de futebol em papel, que registrei como Shirtpaper.

Shirtpaper da Chapecoense campeã da Sul-Americana 2016.
Fonte: Acervo Pessoal
PC: Onde começou a divulgar seu trabalho? E qual foi a primeira divulgação na mídia?
CG: Meu site pessoal (www.christiangama.com.br) é o principal meio em que divulgo meus trabalhos. E foi por aí que começou a se popularizar, e através disto o site Globoesporte.com publicou um artigo sobre a arte paper. Depois vieram outros sites, como o UOL Esporte, canais de TV abertas e por assinatura, revista Placar, entre outras. Todos os meios que divulgaram meu trabalhos estão em exposição em meu site.

PC: Além das já citadas Shirtpapers, quais são suas outras obras? Todas são dedicadas exclusivamente ao futebol, ou tem produtos relacionados à outros temas?
CG: Além das Shirtpapers (camisas 3D em papel) produzo minicraques, bolas, estádios, cards e mais recentemente lancei os troféus em papel. Os troféus são de competições antigas e atuais. Além do futebol, tenho produtos relacionados com outros esportes, como a NBA (liga de basquetes dos EUA), e também com cantores famosos.

Christian e as minitaças.
Fonte: Acervo Pessoal
PC: Com o trágico acidente ocorrido no final de novembro com o avião que levava a equipe da Chapecoense, jornalistas, dirigentes, entre outros, você teve uma bela atitude, conte-nos mais sobre seu ato.
CG: Fiquei muito triste com o ocorrido. Me chocou demais. Queria muito ajudar os familiares das vítimas do voo da LaMia. Então, através da minha arte, encontrei um meio de como ajudar. Fiz minicraques dos jogadores e jornalistas que se foram e a Arena Condá. Pretendo entregar os minijogadores aos familiares como forma de homenagem.

A belíssima reprodução da Arena Condá.
Fonte: Acervo Pessoal
PC: Você venderá estes minicraques?
CG: No começo não queria vendê-los, pois estas peças eram para ser um meio de homenagear apenas as famílias das vítimas do acidente. Porém, muitos colecionadores e amigos, através do site, falaram que não disponibilizá-los ao público geral seria uma atitude egoísta da minha parte. Então tive a ideia de doar a grande parte do valor arrecadado com a venda dos minicraques para os familiares (a Arena Condá não será vendida). Quero ajudá-los a amenizar a dor de alguma forma, mesmo que seja com pouco.

Minicraques em homenagem às vítimas do voo da LaMia.
Fonte: Acervo Pessoal
PC: Quais seus seu projetos futuros? Onde espera que seu trabalho chegue em um futuro próximo?
CG: Pretendo aumentar as exposições que faço com minhas obras, principalmente pelo mundo afora, e tenho o sonho de viver somente da minha arte. Além disso, espero conseguir mais incentivo através de patrocínios. Meu site atualmente tem em média mil visualizações diárias e conto com o apoio de apenas uma empresa. Quero criar um mundo encantado sobre o futebol através da arte.

Curta, siga e compartilhe nossa página no Facebook. Acesse: www.facebook.com/postercampeao
Siga também nosso perfil no Twitter: @postercampeao

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Pôster Real Madrid Pentacampeão Mundial 2016

Disputada em solo japonês, a Copa do Mundo de Clubes da Fifa junta os melhores clubes do mundo desde o ano 2000. O Real Madrid jogou o mundial por ter vencido a Liga dos Campeões da Europa de 2015/16. Os merengues enfrentaram na semifinal o América-MEX, campeão da Concacaf. Com gols de Benzema e Cristiano Ronaldo os espanhóis garantiram vaga na grande final da competição, contra a surpreendente equipe japonesa do Kashima Antlers, que despachou o Atlético Nacional-COL, o campeão da Libertadores, por 3 a 0.
A final foi muito boa e surpreendente. O Real Madrid saiu na frente com gol de Benzema aos nove minutos de partida. Engana-se que pensou que o time madrilenho iria deitar e rolar para cima do campeão japonês. O Kashima empatou aos 44 com Shibasaki. Na volta do intervalo, o mesmo Shibasaki virou para o Kashima aos sete minutos do segundo tempo. Cristiano Ronaldo de pênalti empatou a partida para o Real aos 15 minutos. O clube japonês jogou muito bem, dando até lençóis no time das estrelas, e se o árbitro Janny Sikazwe de Zâmbia tivesse dado o segundo cartão amarelo para o merengue Sergio Ramos, poderia sair ali o primeiro campeão mundial fora do eixo Conmebol-Uefa. O mais curioso é que o árbitro colocou a mão no bolso, porém não tirou o cartão.
Com tudo isso a partida foi para a prorrogação. E Cristiano Ronaldo, artilheiro do mundial e sempre decisivo, marcou aos oito e aos 14 minutos do tempo extra e decretou o título mundial de 2016 para os europeus.
Além do título do Real, destaca-se alguns fatos deste mundial. Primeiro o uso do árbitro de vídeo, que fez o jogo ser paralisado por muito tempo nos jogos das semifinais entre Kashima e Atlético e Real e América.
O segundo é que o Kashima mostrou ao mundo que ainda dá para jogar convincentemente contra os europeus. Jogando com bom toque de bola, sem medo de enfrentar um campeão europeu, e isso nosso times sul-americanos deveriam tirar como lição. Pois, apesar de terem um time muito superior, é inadmissível ver clubes brasileiros, argentinos, colombianos, na maioria das vezes de quatro para os clubes europeus, quando não caem antes para um Mazembe, Raja Casablanca e Kashima Antlers. Não desmerecendo os times africanos e japonês, mas que é decepcionante ver o futebol sul-americano minguando é.
Parabéns Real Madrid Pentacampeão Mundial 2016. Veja o pôster com os campeões!


Curta, siga e compartilhe nossa página no Facebook. Acesse: www.facebook.com/postercampeao
Siga também nosso perfil no Twitter: @postercampeao

sábado, 10 de dezembro de 2016

Pôster Grêmio Pentacampeão Copa do Brasil 2016

O Brasil novamente pertence ao Rei de Copas. Os gremistas conquistam pela quinta vez a Copa do Brasil, se torna o maior campeão do torneio e volta a pintar após 15 anos o país de azul, preto e branco.
O Grêmio entrou diretamente nas oitavas de final por ter participado da Copa Libertadores deste ano. Enfrentou o Atlético-PR fora de casa e perdeu por um gol. Devolveu o placar na Arena do Grêmio e levou a decisão para os pênaltis, onde venceu por 4 a 3 e se classificou às quartas de final. O adversário da vez foi o Palmeiras, o então campeão da Copa do Brasil. Porém, em casa, os gaúchos venceram por 2 a 1, e com o empate fora de casa, se tornou semifinalista.
Semifinais contra o Cruzeiro. A primeira partida foi disputada em solo mineiro. Mas, quem fez o jogo foi os gremistas, com um bom placar de 2 a 0. Bastou empatar sem gols fora de casa para garantir-se na decisão. Decisão contra outro mineiro, o Atlético. Na primeira partida no Mineirão, o Grêmio dominou o jogo e fez 3 a 1, levando para sua arena a vantagem de ser derrotado por um gol para ser campeão.
Porém, ser campeão perdendo não é coisa do Grêmio. Num jogo bem equilibrado, os tricolores abriram o placar aos 43 do segundo tempo com Bolaños. Festa geral na Arena do Grêmio. Tanta festa que, aos 46 minutos, Cazares empatou para o Atlético com um golaço, de trás do meio-campo, fazendo um gol que nem o Rei Pelé fez.
Entretanto, isso não afetou em nada a festa tricolor. E a torcida gremista pôde soltar o grito de campeão entalado na garganta, e comemorar o título de Rei de Copas do Brasil. E, de quebra, ver o Grêmio novamente na Libertadores.
Parabéns Grêmio Pentacampeão da Copa do Brasil 2016. Veja o pôster com os campeões!


Curta, siga e compartilhe nossa página no Facebook. Acesse: www.facebook.com/postercampeao
Siga também nosso perfil no Twitter: @postercampeao

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Pôster Chapecoense Campeã Copa Sul-Americana 2016

A Chapecoense estreou na competição enfrentando o também brasileiro Cuiabá. No Mato Grosso perdeu por 1 a 0. Porém, em casa, na Arena Condá venceu por 3 a 1 (Lucas Gomes e dois de Bruno Rangel para a Chape) e avançou.
Pelas oitavas de final enfrentou o tradicional Independiente da Argentina. Nem em Avellaneda e nem em Chapecó saíram gols. A disputa foi para os pênaltis. E com uma bela defesa do goleiro Danilo, a Chape venceu por 5 a 4 e se classificou às quartas de final.
O Adversário da vez era o Junior Barranquilla da Colômbia. Fora de casa, os catarinenses perderam por 1 a 0. Mas, novamente a força da Arena Condá com seus fanáticos torcedores apoiando ajudaram o time verde a golear. Placar final de 3 a 0 para a Chape, gols de Ananias, Gil e Thiego. Semifinais à vista!
Mais um argentino pela frente. O forte San Lorenzo, campeão da Libertadores em 2014 e o time do Papa. A Chapecoense fez um bom resultado fora de casa empatando por um gol. Em Santa Catarina bastou empatar sem gols para classificar-se pela primeira vez a uma final internacional.
Infelizmente o trágico acidente com o avião da LaMia levou nossos heróis (atletas, dirigentes e jornalistas). Porém, com a bela atitude do Atlético Nacional da Colômbia de declarar os nossos brasileiros campeões, a Conmebol ratificou, e oficialmente confirmou o título de Campeã da Copa Sul-Americana de 2016 para a Chapecoense.
Com isso, nossos heróis colocaram pela primeira vez um clube catarinense no rol de campeões internacionais. Pela primeira vez a Chapecoense conseguiu um título continental. Pela primeira vez um clube do interior e que não pertence aos chamados "12 grandes" do futebol brasileiro conquistou a América. Pela primeira vez a Chape disputará a Libertadores.
Ainda tem dúvida que a Chapecoense e seus heróis foram e sempre serão grandes? Não há dúvida. Os fatos falam por si só. Lembremos dos familiares de todos que se foram nesta tragédia, rezemos, oremos e torcemos por eles. Quem puder ajudá-los de alguma forma, ajude. Quem não puder, cobre medidas para tal. E, oremos pelos que estão nos hospitais, os milagres vivos que mostram a força e amor de nosso Senhor Deus Pai.


Curta, siga e compartilhe nossa página no Facebook. Acesse: www.facebook.com/postercampeao
Siga também nosso perfil no Twitter: @postercampeao

Pôster Atlético Nacional-COL Prêmio Fair Play 2016

Com o trágico acidente ocorrido com o avião que levava o time da Chapecoense para sua primeira final internacional, a ser disputada na Colômbia, o amor de um país confortou os familiares das vítimas e à todos nós brasileiros.
Tendo um grande respeito nunca visto até então, o nosso vizinho sul-americano foi muito solidário com o acontecimento. Como este site é sobre futebol, destacamos as atitudes belas tomadas pelo Independiente Santa Fé e pelo Atlético Nacional.
O primeiro, campeão da Copa Sul-Americana de 2015, entregou a réplica de seu troféu para a Chapecoense. O segundo teve um ato, que, sinceramente, não sei se um clube brasileiro o teria. Abdicar do título da competição e pedir à Conmebol que declarasse a Chape campeã.
Nesta semana, a entidade sul-americana ratificou o time catarinense como campeão da Copa Sul-Americana de 2016, e, em nota, declarou que o pedido do clube colombiano foi essencial para esta decisão.
Se não bastasse esta homenagem, no horário em que seria jogada a primeira partida da decisão, os torcedores colombianos lotaram seu estádio em Medellín, e homenagearam todos os heróis que se acidentaram.
Por isso tudo, o Atlético Nacional recebeu merecidamente o prêmio Centenário Conmebol de Fair Play. E, torceremos para que os colombianos tragam o mundial aqui para a América.


Curta, siga e compartilhe nossa página no Facebook. Acesse: www.facebook.com/postercampeao
Siga também nosso perfil no Twitter: @postercampeao

Pôster Jeonbuk-COR Bicampeão Liga dos Campeões da Ásia 2016

O clube sul-coreano conquista pela segunda vez o título de campeão da Ásia. Com uma boa campanha (sete vitórias e apenas três derrotas em 14 partidas) o Jeonbuk garantiu vaga para sua segunda Copa do Mundo de Clubes da FIFA. Parabéns Jeonbuk-COR Bicampeão Liga dos Campeões da Ásia. Veja o pôster com os campeões!


Curta, siga e compartilhe nossa página no Facebook. Acesse: www.facebook.com/postercampeao
Siga também nosso perfil no Twitter: @postercampeao

terça-feira, 29 de novembro de 2016

Pôster em Homenagem à Chapecoense 2016

Não, este não era este o pôster que queríamos publicar nas nossas páginas do site e Facebook. Estávamos torcendo - eu, você e todos os brasileiros que curtem o futebol - para que a Chape fosse campeã de seu primeiro título internacional, a Copa Sul-Americana de 2016.
Infelizmente, na madrugada de hoje, 29 de novembro de 2016, ocorreu um grave acidente com o avião onde os atletas, comissão técnica e dirigentes da Chapecoense estavam, juntamente com jornalistas e a comissão de bordo do voo.
Não iremos nos aprofundar no acontecido, pois nossa intenção é prestar uma homenagem aos que partiram, aos sobreviventes deste acidente e aos familiares e amigos de todos os envolvidos. Vamos lembrar dos belos gols que Bruno Rangel fez, grande artilheiro. Das milagrosas defesas do goleiro Danilo. Da qualidade de Cléber Santana, o Capita do time. Lembremos também do talento de Kempes, de Matheus Biteco, e da inteligência e carisma do técnico e ex-jogador Caio Júnior.
Para não cometer uma injustiça com todos os nomes que fizeram da Chape o clube mais querido de todas as torcidas brasileiras, sejam jogadores, dirigentes, e funcionários que perdemos, vamos nos lembrar da história recente de um clube com menos de 50 anos de fundação, que, como um exemplo de gestão - gasta o que pode pagar, ensinando a muitos "grandes" do nosso futebol - subiu rapidamente da Série D para a Série A do Campeonato Brasileiro.


Desde que chegou à elite, em 2014, o clube se mantém longe da zona de rebaixamento. E, este 2016 estava sendo muito mágico para os catarinenses. Bem posicionado na tabela do Brasileirão 2016, - com vaga assegurada à Copa Sul-Americana de 2017 -  a Chapecoense faria sua primeira final em uma competição internacional.
Se, no ano passado, chegou até as quartas de final, neste ano, chegou à final da Copa Sul-Americana derrotando grandes camisas do futebol, como Independiente e San Lorenzo, ambos argentinos. Dá-lhe Arena Condá e seus fiéis e admiráveis torcedores.
Porém, hoje todos acordamos muitos tristes e chocados com a notícia da morte de quase todos integrantes de nossa querida equipe catarinense. Particularmente, este que vos escrevem, nunca imaginou que presenciaria um fato como este em vida. Achei que só saberia disso pelas revistas, livros e programas de TV relatando sobre as tragédias esportivas, como ocorridos com o Torino, da Itália, e com o Manchester United, da Inglaterra, ocorridos no século passado, só para citar os mais lembrados. Ao menos não esperava ver tamanho luto em meu país.
Entretanto, coloquemos em nossas orações as almas destes guerreiros que se foram - atletas, dirigentes, jornalistas e profissionais de bordo - para que estejam em um ótimo lugar. Nós do site, rezamos para que o Deus, nosso Pai Eterno, juntamente com os seus console a família de todos que partiram, e de força e restabeleça a saúde dos que estão entre nós.
Não temos mais nada a relatar. Não há clima para mais nada. Hoje é o dia mais triste do futebol nacional.
#forçachape
#somostodoschape

Site Pôster Campeão.

Curta, siga e compartilhe nossa página no Facebook. Acesse: www.facebook.com/postercampeao
Siga também nosso perfil no Twitter: @postercampeao

Pôster Palmeiras Eneacampeão Brasileiro 2016

Merecido e incontestável. O Palmeiras vence o mais importante campeonato do país pela nona vez após um hiato de 22 anos. Porém, valeu a pena esperar. Os fatos explicam o porquê. Das 38 rodadas (será líder na última rodada que virá), o Verdão só não foi líder em nove. Campeão com uma bela campanha, tendo em 37 partidas disputadas, 23 vitórias e apenas seis derrotas, sendo que, em casa, perdeu apenas para o Atlético-MG. Marcou 60 gols (segundo melhor ataque da competição) e sofreu apenas 31 (melhor defesa) e teve o melhor saldo (29 gols). De quebra teve disparada a melhor média de público (32471 pessoas) no Allianz Parque.
Se os números não bastassem, o time recheado de bons jogadores cumpriu, e muito bem o seu papel. No gol o ótimo Fernando Prass, que, lesionado deu lugar a Jaílson. Goleiraço. O que falar de Gabriel Jesus? O menino da base alviverde foi grande, como o Palmeiras é. Mesmo jovem, fez 12 gols, e fez boas participações na seleção brasileira do técnico Tite. Outros craques fizeram os palestrinos soltarem o grito de campeão da garganta, como Yerry Mina, o experiente Zé Roberto, que como um bom vinho, quanto mais o tempo passa, melhor fica.


Não menos importantes foram Lucas Barrios, Dudu, o simpático e talentoso Victor Hugo, Moisés, Egídio, Arouca, Tchê Tchê e tantos outros que foram brilhantes ao longo do campeonato. E, para abrilhantar tudo isso, a sapiência e qualidade do técnico Cuca, mostrando que tática e gestão de grupo são essenciais para conquistar um título nacional de pontos corridos.
Por tudo isso, os palmeirenses de todos os cantos cantam, gritam, sorriem e choram de felicidade com o eneacampeonato, que fez do Palmeiras o maior campeão brasileiro de todos os tempos. Com este título, além de coroar a boa gestão do presidente Paulo Nobre, calou a boca de muitos que desdenharam da grandeza deste clube tradicional e vencedor. Dá-lhe Porco! Parabéns Palmeiras Eneacampeão Brasileiro 2016. Veja o pôster com os campeões!

Curta, siga e compartilhe nossa página no Facebook. Acesse: www.facebook.com/postercampeao
Siga também nosso perfil no Twitter: @postercampeao