domingo, 25 de setembro de 2016

Campeões Históricos: Pôster Brasil Pentacampeão Mundial 2002

A décima sétima Copa do Mundo de futebol, disputada entre os dias 31 de maio a 30 de junho foi a primeira disputada em solo asiático. Também foi a primeira - e até hoje a única - com sede compartilhada por dois países, Coreia do Sul e Japão.
A Copa 2002 foi marcada por muitas surpresas desportivas. O Grupo A mostra três novidades de uma vez. Em um grupo com a então campeã mundial, a França, e outro país tradicional no futebol, o Uruguai, quem surpreendeu mesmo foi a seleção de Senegal, estreante em Copas. Os africanos venceram o jogo de estreia frente aos franceses de Zidane por 1 a 0. Depois, empataram com a futura líder do grupo, a Dinamarca por 1 gol. E, por fim, também empataram em 3 a 3 com os uruguaios, garantindo, assim, Senegal em segundo lugar do grupo A e classificado às oitavas, deixando Uruguai e França (última do grupo com apenas um ponto no empate sem gols com o Uruguai) a ver navios.
No grupo D, da anfitriã Coreia do Sul, duas surpresas. A decepção foi a eliminação portuguesa, que com apenas três pontos viu os EUA se classificarem em segundo do grupo, e a seleção "da casa" em primeiro, um grande triunfo na história do futebol sul-coreano.
A Argentina decepcionou e foi eliminada logo na fase de grupos. Certo, o grupo F tinha as seleções da Suécia, Inglaterra (classificadas) e Nigéria.
O Brasil jogou seu grupo C em solo sul-coreano. Estreou vencendo, de virada contra os fortes turcos de 2002. Venceu com uma arbitragem bem polêmica, e que, de certa forma, prejudicou a seleção da Turquia. Na segunda partida, vitória tranquila por 4 a 0 em cima da China. Por fim, o terceiro e último jogo também teve goleada brasileira: 5 a 2 frente a Costa Rica. Brasil em primeiro e Turquia em segundo lugar, classificados.
O Japão, classificou-se em primeiro do seu grupo H com sete pontos, seguido da Bélgica com cinco, também garantida às oitavas.


Nas oitavas de final, o Brasil venceu por 2 a 0 a seleção belga, com gols de Rivaldo e Ronaldo, os craques daquele mundial. Os outros confrontos foram: Alemanha 1 a 0 Paraguai; Espanha 1 a 1 Irlanda (Espanha 3 a 2 nos pênaltis); México 0 a 2 EUA; Coreia do Sul 2 a 1 Itália (Coreia venceu com gol de ouro); Dinamarca 0 a 3 Inglaterra; Suécia 1 a 2 Senegal (Senegal venceu com gol de ouro); e Japão 0 a 1 Turquia. Em negrito os classificados para a fase seguinte.
O Brasil enfrentou a Inglaterra dos craques Owen e Beckham em partida válida pelas quartas de final da Copa 2002. Os ingleses abriram o placar com Owen, aos 22 minutos. Rivaldo aos 48 minutos da primeira etapa igualou o placar para os brasileiros. Aos cinco do segundo tempo, com um golaço de falta, Ronaldinho Gaúcho marcou o gol da classificação brasileira às semifinais. Outros jogos: Alemanha 1 a 0 EUA; Espanha 0 a 0 Coreia do Sul (Coreia 5 a 3 nos pênaltis. Este jogo contou com uma arbitragem polêmica, onde a Espanha teve dois gols mal anulados.); e Senegal 0 a 1 Turquia (Turquia venceu com gol de ouro). Em negrito os semifinalistas do mundial.
Brasil e Turquia se reencontraram pelas semifinais da competição. Com gol solitário de Ronaldo aos quatro minutos do segundo tempo, o Brasil, pela terceira vez consecutiva estava em uma final de Copa do Mundo. A Alemanha venceu também por um gol os sul coreanos e garantiu sua vaga à final. Na disputa do terceiro lugar, um jogo bem movimentado. Em menos de 11 segundos, Hakan Sükür abriu o placar para os turcos e marcou seu nome como o gol mais rápidos de Copas do Mundo. A Turquia ampliou no primeiro tempo, e chegou a ter 3 gols a um a seu favor. Partida Liquidada? Mais ou menos. Aos 48 do segundo tempo os sul-coreanos marcaram seu segundo tento. Turquia terceira colocada. Coreia do Sul, histórico quarto lugar.
Yokohama, 30 de junho de 2002. Mais de 69 mil espectadores viram a decisão da Copa entre Brasil e Alemanha, onde juntas somavam na época sete títulos mundiais. Primeiro tempo sem bola na rede. Porém, no segundo, Ronaldo, aquele que teve uma grave contusão no joelho tempos antes da Copa, taxado como bichado por muitos torcedores e jornalistas. O mesmo Ronaldo, que em 1998 passou mal antes da final contra os franceses. O Fenômeno marcou aos 22 e aos 34 minutos da etapa final, fez, junto com Rivaldo, Ronaldinho Gaúcho, Cafu, Roberto Carlos e tantos outros craques comandados por Felipão Scolari, o Brasil gritar Pentacampeão. O primeiro e único país pentacampeão mundial de futebol. Parabéns Brasil Pentacampeão Mundial 2002. Veja o pôster com os campeões!

Curta, siga e compartilhe nossa página no Facebook. Acesse: www.facebook.com/postercampeao
Siga também nosso perfil no Twitter: @postercampeao

Nenhum comentário:

Postar um comentário